17/2/18 12:39
Atualizado em 17/2/18 às 12:41

SEI chega às administrações regionais a partir de terça-feira (20)

Previsão é que todos os servidores do DF tenham acesso ao sistema eletrônico até junho deste ano. Cursos para auxiliar no uso da ferramenta são oferecidos na Escola de Governo

Começa na terça-feira (20) a implementação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) nas administrações regionais do Distrito Federal. Até junho, todas as 31 deverão ter adotado a ferramenta.

Previsão é que todos os servidores do DF tenham acesso ao Sistema Eletrônico de Informações (SEI) até junho deste ano. Cursos para auxiliar no uso da ferramenta são oferecidos na Escola de Governo.
Previsão é que todos os servidores do DF tenham acesso ao Sistema Eletrônico de Informações (SEI) até junho deste ano. Cursos para auxiliar no uso da ferramenta são oferecidos na Escola de Governo. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Segundo o cronograma, lançado em novembro do ano passado, as sete primeiras serão:

  • Brazlândia
  • Lago Norte
  • Samambaia
  • Santa Maria
  • São Sebastião
  • Taguatinga
  • Varjão

O SEI é uma ferramenta de inovação para gerir documentos e processos eletrônicos. Com diversos recursos, o software permite a tramitação em um meio totalmente virtual, acessível por qualquer dispositivo que esteja conectado à internet.

Secretaria de Planejamento oferece cursos sobre uso do SEI

Com o objetivo de facilitar a implementação, a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão começou em novembro a treinar servidores das primeiras sete administrações regionais sobre o uso do sistema. Foram formados 64 multiplicadores, habilitados para repassar o conhecimento nos respectivos locais de trabalho.

A pasta também oferece cursos voltados para usuários. A modalidade on-line tem carga horária de 12 a 20 horas, e a presencial, de 20 horas. As aulas são na Escola de Governo, onde também ocorrem as capacitações para multiplicadores.

A coordenadora de implementação do SEI nas unidades do governo, Riane Torres, é uma das encarregadas de ministrar os cursos presenciais. “O SEI traz celeridade e economia de recursos aos processos de governo, além de transparência”, destaca a servidora do Planejamento.

O assessor Téo Carlo Ribeiro, de 41 anos, trabalha na Administração Regional do Lago Norte e é um dos alunos de Riane.

Ele comemora a implementação do sistema e comenta como pode auxiliar na rotina profissional. “Às vezes, queremos ajudar algum servidor de outra região administrativa, mas não podemos porque os processos são diferentes. O SEI é uma oportunidade para padronizar tudo”, explica.

Antes do cargo atual, Téo foi funcionário da Administração Regional de Taguatinga. Ele também faz parte de grupo de trabalho que, com a Secretaria de Planejamento, estuda como adaptar o SEI para as administrações. “A ideia é juntar as experiências de quem trabalha nesses órgãos para aperfeiçoar o funcionamento”, detalha.

SEI será implementado em 90 órgãos do DF até junho

Em 20 meses de implementação do SEI no governo de Brasília, mais de 3 milhões de documentos eletrônicos e 835 mil processos já foram criados pelos 45 órgãos que tramitam documentos, em parte ou em 100% dos processos das unidades administrativas.

A Secretaria de Justiça e Cidadania, a Polícia Civil e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) foram os últimos a adotarem a ferramenta.

Até junho, o SEI estará em 90 órgãos, o que significará 100% dos servidores com acesso à ferramenta — 86% já a utilizam.

Edição: Marina Mercante

Galeria de Fotos

SEI chega às administrações regionais a partir de terça-feira (20)