20/3/18 14:08
Atualizado em 20/3/18 às 20:35

Governadores e ministro da Integração Nacional discutem crise hídrica no Brasil

Em painel do Fórum Mundial da Água na manhã desta terça (20), Rollemberg, chefe do Executivo de Brasília; Alckmin, de São Paulo; e Helder Barbalho apresentaram caminhos para superar restrições no abastecimento

Soluções para enfrentar a crise hídrica em diversas partes do País foram discutidas em painel do 8º Fórum Mundial da Água na manhã desta terça-feira (20), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

Em painel do Fórum Mundial da Água na manhã desta terça (20), os governadores de Brasília, Rodrigo Rollemberg, de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho. apresentaram caminhos para superar crise hídrica.
Em painel do Fórum Mundial da Água na manhã desta terça (20), os governadores de São Paulo, Geraldo Alckmin; de Brasília, Rodrigo Rollemberg; e o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, discutiram soluções para a crise hídrica. Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

O debate reuniu os governadores de Brasília, Rodrigo Rollemberg, de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho. O princípe herdeiro do Japão, Nahurito, assistiu à mesa-redonda.

O governador de Brasília, que mais cedo participou de debate com parlamentares, destacou medidas adotadas em sua gestão, como o rodízio de abastecimento na capital federal, as obras para captação de água no Lago Paranoá e pelo Subsistema do Bananal, além da revitalização de canais como o do Guariroba e o do Cristal.

“Hoje estamos em uma situação muito melhor do que no mesmo período do ano passado”, avaliou. “Um conjunto de ações do governo fez com que nosso principal reservatório, o Descoberto, alcançasse quase 70% da capacidade [68,9%].”

Rollemberg mencionou ainda a queda de cerca de 16% do consumo no Distrito Federal, o aumento das fiscalizações de poços clandestinos e de construções irregulares na região da Bacia do Descoberto.

O governador destacou também a construção do sistema de captação de água de Corumbá, em parceria com o governo de Goiás. “É a maior obra do Brasil, que deve ser concluída até o fim do ano, mas está sendo um esforço para antecipar essa entrega.”

Crise hídrica no Brasil

Segundo o ministro da Integração Nacional, 907 municípios sofrem com a escassez total ou parcial de água. Por isso, ele avalia serem imprescindíveis políticas estruturantes e conjuntas, como a do DF em parceria com Goiás. “A seca faz parte da história e da cultura do nosso País e não se resume mais ao Nordeste”, disse Helder Barbalho.

Entre as iniciativas em São Paulo para contornar a crise hídrica, o governador Geraldo Alckmin citou o aumento da capacidade de reserva, a interligação de bacias e a recomposição de matas ciliares. Segundo ele, mais de 15 milhões de mudas serão plantadas ao fim de um programa para a recuperação de áreas próximo a nascentes.

Vila Cidadã tem atrações gratuitas

Até sexta-feira (23), os brasilienses podem conhecer a Vila Cidadã. O espaço do fórum é aberto ao público e oferece atrações das 9 às 21 horas.

A área tem mais de 10 mil metros quadrados e fica no estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Para ter acesso à Vila, basta se credenciar no site oficial. O registro pode ser feito no local, mas, de acordo com a organização, o envio antecipado dos dados ajuda a evitar filas.

O que é o Fórum Mundial da Água

Criado em 1996 pelo Conselho Mundial da Água, o fórum foi idealizado para estabelecer compromissos políticos acerca dos recursos hídricos.

Fórum Mundial
da Água

Fórum Mundial da Água 2018

Em Brasília, é organizado pelo Conselho Mundial da Água, pelo governo local — representado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico (Adasa-DF) — e pelo Ministério do Meio Ambiente, por meio da Agência Nacional de Águas (ANA).

fórum ocorre a cada três anos e já passou por Daegu, Coreia do Sul (2015); Marselha, França (2012); Istambul, Turquia (2009); Cidade do México, México (2006); Kyoto, Japão (2003); Haia, Holanda (2000); e Marrakesh, no Marrocos (1997).

Leia o pronunciamento do governador Rodrigo Rollemberg durante o painel sobre a crise hídrica no Brasil.

8º Fórum Mundial da Água

Até 23 de março (sexta-feira)

No Centro de Convenções Ulysses Guimarães e no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha

Inscrições abertas no site oficial

Edição: Raquel Flores

Galeria de Fotos

Governadores e ministro da Integração Nacional discutem crise hídrica no Brasil