26/3/18 14:21
Atualizado em 26/3/18 às 14:43

Atividades no Centro de Dança começam em 2 de abril

Comissão analisa as 83 propostas recebidas para uso em 2018 das dependências do equipamento público. Resultado sai até sexta (30)

Oitenta e três propostas foram inscritas na convocatória para uso das dependências do Centro de Dança do Distrito Federal. Para uma análise mais minuciosa dos pedidos, o início das atividades no local, que seria nesta segunda-feira (26), foi adiado para 2 de abril. A ideia é que as salas do equipamento cultural sejam usadas na máxima capacidade.

As propostas são avaliadas por uma comissão composta por representantes da sociedade civil, servidores da Secretaria de Cultura e integrantes da Conexões Criativas — organização social escolhida por chamamento público para a gestão compartilhada do espaço até dezembro deste ano.

O resultado será anunciado até sexta (30), e os proponentes estão sendo acionados para possíveis ajustes nos cronogramas. O contato é feito por e-mail ou telefone cadastrados no Mapa nas Nuvens – Cartografia Cultural do DF. Por isso, é essencial manter os dados atualizados na plataforma.

A convocatória de ocupação, aberta de 1º a 12 de março, focou em atividades alinhadas ao perfil do Centro de Dança, destinado à investigação, criação, qualificação e ao aperfeiçoamento profissional na área.

O orçamento previsto para articular as ações é de R$ 600 mil. Ao longo desse período, convocatórias públicas permitirão a ocupação dos espaços do Centro de Dança.

A colaboração está integrada ao programa Lugar de Cultura e alinhada às diretrizes da Política de Estímulo e Valorização da Dança do Distrito Federal, instituída pela Portaria nº 250, de 29 de agosto de 2017, para promover a inovação, o intercâmbio e o empreendedorismo no segmento.