27/3/20 13:00
Atualizado em 27/3/20 às 13:16

José Edson ajuda a deixar a capital ainda mais verde

Auxiliar de serviços gerais da Novacap, ele sente orgulho do trabalho que faz: recuperar plantas e deixar Brasília toda linda, colorida e formosa

25dias para os 60 anos de Brasília

Em homenagem à capital federal, formada por gente de todos os cantos, a Agência Brasília está publicando, diariamente, até 21 de abril, depoimentos de pessoas que declaram seu amor à cidade.

 

Foto: Arquivo/Agência Brasília
José Edson é direto: “É uma cidade que tem história bonita, né?, com oportunidade para as pessoas que chegam em busca de vida melhor”, diz. “Sobretudo as com algum tipo de deficiência”, conclui. Foto: Arquivo/Agência Brasília

“A primeira vez que cheguei em Brasília foi em 1984. Eu era bem jovem, vim para estudar e trabalhar e fiquei na casa do meu tio. Como já tinha deficiência visual num dos olhos, só deu para trabalhar mesmo. Minha família viria depois, meu pai e irmãos.

Na verdade, eu não enxergava do olho esquerdo e tinha baixa visão no olho direito e quando trabalhava numa empresa, acabei perdendo minha visão completamente ao me acidentar, em 1992.

Mas cheguei a enxergar Brasília, o centro da cidade, o Plano Piloto, as cidades-satélites, onde sempre morei. Lembro como era o transporte, que melhorou um pouco porque, antigamente, quem vinha de Planaltina para o Plano Piloto, não fazia ultrapassagem de jeito nenhum, era aquela fileira de carro. Só tinha uma pista. Hoje melhorou, realmente.

É uma cidade que tem uma história bonita, né?, com muita oportunidade para as pessoas que chegam em busca de uma vida melhor. Sobretudo aquelas com algum tipo de deficiência.  

E Brasília sempre foi bonita, né? Então, vindo para cá e trabalhando no viveiro da Novacap, eu tive essa oportunidade. Até de ajudar para que a cidade ficasse sempre bonita, já que ela é um dos cartões-postais do País.

E Brasília sempre foi bonita, né? Então, vindo para cá e trabalhando no viveiro da Novacap, eu tive essa oportunidade. Até de ajudar para que a cidade ficasse sempre bonita, já que ela é um dos cartões-postais do País.

Porque é isso que essa empresa faz, cuidar do bem-estar da população zelando dos jardins, dos canteiros, das árvores, da paisagem dessa cidade. Então, espero que todos os governantes nunca deixem de valorizar as pessoas que trabalham nessa área. Que a beleza da cidade nunca se perca.

E eu me sinto parte desse projeto nesses dez anos que estou na Novacap. Gosto muito do que faço, é um lugar bom para trabalhar. É muito gratificante estar aqui fazendo esses serviços para que a cidade fique bonita.

Basicamente o que fazemos é reciclar as plantas que chegam do campo e que não servem mais. Aí, elas embelezam a cidade. Dá para aproveitar tudo, até os substratos, os resíduos. A natureza agradece porque não vai para o lixo. Às vezes, conseguimos recuperar até 12 metros de resíduos e substratos. É o lixo, o adubo.

Minha esperança, nesses 60 anos que Brasília está fazendo, é que ela possa continuar recebendo melhorias.”

José Edson Vieira da Silva, 50 anos, auxiliar de serviços gerais da Novacap, morador do Vale do Amanhecer, Planaltina