Fale com o Governo Ações em Destaques

1/3/21 às 18:07, Atualizado em 1/3/21 às 18:19

Mais de 1,3 mil vistorias no primeiro dia de restrições

Operação conjunta do GDF abordou 168 estabelecimentos e fechou 132, após advertências

Agência Brasília* | Edição: Chico Neto

Vários estabelecimentos foram visitados no fim de semana; ação prossegue em todo o DF | Foto: Divulgação/DF Legal

Entre a noite de sábado (27/2), horas antes do início das restrições no Distrito Federal, e a madrugada desta segunda (1º), a Secretaria DF Legal, em parceria com outros dez órgãos da força-tarefa do GDF, efetuou 1.353 vistorias em todas as regiões administrativas. Participaram da operação representantes da Vigilância Sanitária, Secretaria de Mobilidade, Corpo de Bombeiros, polícias Militar e Civil, Procon, Detran, Brasília Ambiental, Secretaria de Agricultura e DER.

Foram 132 pontos fechados, após seus proprietários serem orientados por auditores sobre as medidas de combate à covid-19, enquanto durarem os efeitos do Decreto 41.849/2021. Ao todo, 168 estabelecimentos foram abordados, entre as 8h da manhã de domingo (28) e as 2h desta segunda-feira (1º). Como os auditores usarão os dois primeiros dias de ação para orientar os comerciantes, não foram aplicadas multas.

Em parceria

“As ações da DF em parceria com os órgãos de fiscalização e de segurança, sobretudo visando dar cumprimento ao decreto que trata de restrições, expedido para a proteção da vida da população e da saúde pública do Distrito Federal, tem alcançado resultados bastante positivos, uma vez que, apesar do elevado número de vistorias, ocorreram poucas autuações”, avalia o secretário do DF Legal, Cristiano Mangueira. “Isso nos faz traduzir um sentimento de aprovação da população e do setor produtivo.”

“Se todos cooperarem certamente, passaremos por essa fase em um prazo não superior aos 15 dias pretendido pelo decreto” Cristiano Mangueira, secretário do DF Legal

Quiosques também entraram na lista de fiscalização. Ao todo, 79 foram vistoriados e outros 14 foram fechados, após abordagem dos auditores da DF Legal. Cristiano Mangueira lembra que as medidas de combate à covid-19 terão um efeito mais significativo e mais rápido com colaboração de todos os cidadãos e do comércio.

“Se todos cooperarem certamente, passaremos por essa fase em um prazo não superior aos 15 dias pretendido pelo decreto”, declarou. “Mas advirto: precisamos do empenho e da colaboração do setor produtivo, de toda a sociedade, seja observando as medidas, seja denunciando pelo [telefone] 190 ou 162. Teremos equipes cobrindo todas as cidades do Distrito Federal.”

*Com informações da Secretaria DF Legal

Últimas Notícias