Fale com o Governo Ações em Destaques

29/9/23 às 18:30, Atualizado em 29/9/23 às 18:31

Sala comercial que funcionava como prostíbulo é interditada

Ação da Vigilância Sanitária em Samambaia contou com apoio da Secretaria DF Legal e da PMDF

Agência Brasília* | Edição: Carolina Lobo

A Diretoria de Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde (SES-DF), em conjunto com a Secretaria DF Legal e a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), interditou, nesta sexta-feira (29), uma sala comercial que funcionava como prostíbulo em Samambaia. A atividade ocorria ao lado de outros consultórios e foi alvo de pedidos de fiscalização via Ouvidoria-Geral do DF.

Apesar de tentar se passar por casa de massagens, o local não possuía documentação, tinha camas ao invés de macas e guardava centenas de preservativos. No momento da ação, havia apenas uma mulher no local. Os auditores e policiais ainda encontraram seis celulares que eram utilizados para a marcação de programas e uma máquina de cartão de crédito.

No local havia camas e centenas de preservativos | Foto: Divulgação/DF Legal

Além da interdição, a Vigilância Sanitária também intimou o local, que alega funcionar como casa de massagem, a providenciar o licenciamento adequado para realizar a suposta atividade. A DF Legal também já havia notificado a responsável pela sala pelo mesmo motivo no início desta semana.

“Nós atuamos para intervir no risco sanitário e, neste caso, havia alto risco. Com esse objetivo, tivemos essa ação integrada que foi exitosa por identificar uma situação perigosa não apenas aos usuários, mas também a comunidade”, explica o gerente de Apoio à Fiscalização da Vigilância Sanitária, Allex de Melo Moraes.

*Com informações da Secretaria DF Legal

Últimas Notícias